Depoimentos - Cultura Inglesa Londrina
Ir para o topo da página Ir para o conteúdo principal Ir para o fim da página
Home » Depoimentos

Depoimentos

Ana Luiza de Oliveira Zambrana
Human Resources
Organizational Development Latam
Atos Brazil

dep1“Inglês pra mim é essencial e um diferencial que tenho orgulho de ter. Ele me ajudou a passar no vestibular, tornou-se parte importante no desenvolvimento e formação da minha carreira profissional e a Cultura Inglesa desde sempre esteve presente neste processo.”

 

 

 

 

 

 


Andréia Martins Favarin

Médica Veterinária – SAMAS (Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Sustentabilidade)
dep2

“Quando eu cheguei aos EUA, em 2012, para fazer estágio em uma fazenda de gado de leite, além de já estar com medo por nunca ter saído do país, por ser recém-formada, ainda me veio aquela dúvida ‘Será que o inglês que eu aprendi na Cultura Inglesa foi o suficiente?’. Mas assim que pisei no país e fui conversar com um norte-americano, minha dúvida se esvaiu. Ter estudado na Cultura Inglesa e, principalmente, ter feito o preparatório para o FCE criou habilidades linguísticas e de escrita em inglês que foram primordiais para ter um período de estágio de sucesso. Levo o conteúdo aprendido até hoje comigo. Obrigada! ”

 

 


João Greca

Ph.D. Researcher Student at Brunel University London

dep3

A Cultura Inglesa esteve presente no meu processo de educação desde pequeno. Portanto, seria injusto relacioná-la apenas às conquistas recentes da minha vida pessoal e profissional.

Para fazer considerações visando como um todo é preciso voltar aos meus 11 anos de idade, quando na minha primeira semana de aula fui muito bem recebido por toda a equipe, dos quais mantenho contato com alguns até hoje. Ou seja, durante a minha infância e adolescência, mantive meus estudos do idioma inglês com essa equipe formada por pessoas maravilhosas. Me lembro de cada atividade em que realizávamos fora da Escola, também quando criança, como a visita à Fazendinha, por exemplo, e na adolescência, dos filmes, “Teen Get Together”, Coffee Breaks, que eram muito úteis não só para um breve descanso, mas para socializar com outras turmas e companheiros de estudos da mesma sala. Já quando adulto e durante a minha faculdade, não posso deixar de citar que ao final da minha entrevista no Consulado Estadunidense fui elogiado pela qualidade com a qual pronunciava o meu inglês e logo a seguir o mesmo me perguntou: “Onde você aprendeu inglês?” – “Na Cultura Inglesa de Londrina”, respondi. Muito obrigado, Cultura Inglesa. Tenho memórias maravilhosas e me lembro de todos os professores que me ensinaram e me ajudaram a estar onde estou.

 

 

Isabella Faddul de Almeida
Trade Affairs Assistant – Trade Affairs Europe
Sony Europe Limited, The Heights, Brooklands, Weybridge, Surrey, KT13 0XW. United Kingdom.

dep4O inglês que aprendi na escola nunca foi suficiente. Depois de uma temporada na África do Sul aprendendo esse idioma, percebi que ele estava mais enferrujado do que imaginava. Quando voltei para Londrina, comecei a estudar na Cultura Inglesa. Antes de entrar na Cultura, fiz aulas experimentais em outras escolas, paguei cursos que fui apenas duas ou três vezes. Sempre achei entediante ir para as aulas e parecia que meu inglês sempre continuava o mesmo. A Cultura ofereceu um aprendizado diferente. Na Cultura, eu realmente aprendi inglês. Por gostar tanto de ir às aulas, acabei fazendo diversos cursos, como o Short Stories, curso regular e Legal Course. Hoje, trabalho no departamento de Internacional Trade da Sony Europa, localizado em Weybridge, no Reino Unido. A Cultura Inglesa, com certeza, ajudou nas minhas conquistas”.

 

 

 

 

Roberto Murawski Rabello Junior
34 anos, advogado, CAE.

dep6Fiquei muito satisfeito com o curso preparatório oferecido pela Cultura Inglesa para o exame de Cambridge – CAE. Apesar de dominar bem a língua e já ter morado por dois anos na Inglaterra, senti a necessidade de possuir um título que comprovasse minhas habilidades no idioma, e a renomada Universidade de Cambridge certamente é a instituição mais habilitada para tal desiderato. O seu prestígio internacional prescinde qualquer apresentação devido a séculos de tradição e excelência nas mais diversas áreas do conhecimento.

A prova é bem peculiar, impõe ao candidato prévio conhecimento dos métodos de avaliação adotados pela instituição para se alcançar um bom desempenho final, e foi neste ponto em que o curso da Cultura Inglesa foi decisivo. Vale deixar registrado a notável dedicação das professoras Vivian e Silvia que conduziram o curso de forma magistral.

 

 

 

 

 

Melina Farias Filetto
16 anos, estudante

dep5É muito importante saber o todo de uma língua (leitura, escrita, compreensão auditiva e fala) mas a importância dada ao “speaking” na Cultura Inglesa é incrível, nunca ouvi falar de outra escola que valorize tanto essa habilidade tão importante no ensino de uma língua estrangeira. O aluno dedicado termina o curso não apenas entendendo inglês, mas sendo capaz de expressar suas opiniões na língua também, a pensar em inglês, algo tão difícil de se fazer para os que não falam inglês como primeira língua.